Advogada de Imperatriz expõe a lentidão do judiciário maranhense


Ousada, destemida e muito apaixonada por sua profissão, a Advogada Lucélia Diogo postou em suas redes sociais uma manifestação contra a lentidão dos processos no judiciário em geral.

A Advogada manifestou a sua indignação com a demora do Poder Judiciário em promover a resolução dos processos, demora esta que acaba por prejudicar a imagem do Advogado perante seus clientes, pois estes tem a falsa impressão de que o seu processo não “anda rápido” por culpa do Advogado.

Além disso, a Advogada Lucélia Diogo, que já exerce a profissão há mais quatorze anos, afirma que em sua jornada de trabalho já presenciou muitos cidadãos que até perderam sua vida, enquanto pleiteavam junto ao poder judiciário um benefício previdenciário. Você já pensou como se sente a família em ver um ente querido seu perecer, sem sequer ter usufruído de um direito seu, por que a sentença de um processo demorou demais a sair? Isso é algo totalmente injusto.

Hoje, no estado do Maranhão, segundo dados do próprio Tribunal de Justiça, a duração média entre a abertura e baixa processual é de 1.401 (hum mil quatrocentos e um) dias. O cidadão precisa esperar por quase quatro anos para ter um sentença proferida em seu processo.

Esperamos que com a virtualização dos processos e a evolução dos trabalhos, que agora também podem ser executados de forma remota, sejam cada vez mais utilizados mecanismos pelo poder judiciário para diminuir o tempo de tramitação processual, e assim prestar uma assistência judiciária mais célere á todos os cidadãos.

Blog Asmoimp