Caema rebate fala do Prefeito Assis e diz que tem contrato com Imperatriz até 2051

Na manhã de hoje (17), a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão publicou nota sobre a fala do prefeito de Imperatriz, Assis Ramos, que anunciou ontem nas suas redes sociais a decisão de encerrar o contrato com a Caema, por não aceitar mais “um péssimo serviço” e que uma nova empresa vai ser contratada emergencialmente.

A Caema informou que é detentora da concessão dos serviços de abastecimento de água e esgoto sanitário do município até o ano de 2051. Além disso, a Companhia informa que o tema de intenção de recisão contratual por parte da prefeitura fica a cargo da Agência Reguladora e está tramitando na justiça, ainda aguardando decisão judicial.

Leia a nota na ítegra:

“A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (CAEMA) informa que, acerca das declarações do prefeito de Imperatriz, é detentora da concessão dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário do município até o ano de 2051, respeitando o contrato de concessão pactuado ainda no ano de 2016. A CAEMA reforça que tem realizado investimentos nas mais diversas áreas. Seja na aquisição de equipamentos, implantação de sistemas de abastecimento de água, expansão da rede de distribuição, construção de redes adutoras de grande porte, implantação e substituição de rede coletora de esgoto, com investimentos que ultrapassaram a faixa dos R$13 milhões. Acerca da intenção de rescisão contratual por parte da prefeitura, a Companhia reitera que a decisão acerca do tema fica a cargo da Agência Reguladora competente e que todas as questões legais relativas ao pleito estão tramitando na justiça, ainda aguardando decisão judicial. A CAEMA segue à disposição de todas as autoridades e da população maranhense para prestar esclarecimentos e buscar, a cada dia, melhorar os serviços de saneamento básico.”