Depois de um mês, greve dos professores de Açailândia chega ao fim

As aulas nas escolas da rede municipal de Açailândia retornaram nesta quinta-feira (07), depois do anúncio do fim da greve dos professores. O movimento grevista ocorreu por 30 dias e chegou ao fim ontem (06), após a categoria entra em acordo com o município em uma reunião mediada pelo Ministério Público.

Na reunião foi acordado que no prazo de 45 dias o município, juntamente com o Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal de Açailândia (Sintrasema) e a Câmara dos Vereadores, deverão reformular o plano de cargos e remuneração dos profissionais da educação, para conceder o reajuste do piso salarial.

Também ficou acordado, que a ausência dos professores nas sala de aula, durante o período da greve, será abonada pela prefeitura mediante reposição futura das aulas, sem desconto na remuneração dos docentes.

Os professores reivindicavam o reajuste salarial de 33,24%. No mês passado, o movimento foi considerado irregular pelo Tribunal de Justiça do Maranhão. Depois de negociações, o município ofereceu um reajuste de 17℅, que não foi aceito pelos professores, e depois informou o reajuste de 10,06% a categoria.