Dino oficializa saída do governo do Maranhão para ser pré-candidato ao Senado

O vice-governador, Carlos Brandão (PSB), irá assumir no lugar de Dino e também se candidatará ao cargo de governador do Estado. Flávio Dino deixa o cargo de governador para concorrer nas eleições 2022
Flávio Dino (PSB) oficializou, na noite dessa quinta-feira (31), em cerimônia realizada no Teatro Arthur Azevedo, em São Luís, a sua saída do governo do Maranhão e confirmou que vai ser pré-candidato ao Senado nas Eleições de 2022.
O vice-governador, Carlos Brandão (PSB), irá assumir no lugar de Dino e também se candidatará ao cargo de governador do Estado.
Durante o discurso de renúncia ao cargo de governador, Dino afirmou que voltará à sala de aula e irá esperar as convenções partidárias, para que sua candidatura ao Senado seja confirmada.
“Eu irei retornar à sala de aula da Universidade Federal do Maranhão, de onde sou professor há 28 anos. Irei recuperar minha inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil, uma vez que a função de governador me impede de exercer a profissão. E irei me dedicar a ajudar na caminhada política e administrativa, que passará a ser liderada pelo vice-governador Brandão, ao assumir o governo. Posteriormente, teremos o momento das convenções partidárias, quando eu espero que a minha candidatura ao Senado seja confirmada e, a partir daí, seguiremos o calendário eleitoral”, afirmou Dino.
Durante o evento o, agora ex-governador, também afirmou que, durante seus sete anos e três meses como governador, houve avanços na área social no Estado, disse, ainda, que um dos principais desafios do governo foi enfrentar a Covid-19 e elogiou a cobertura da imprensa.
“Claro que ainda há muito o que fazer, mas quando olhamos para trás, olhamos com muita alegria que nós temos hoje redes de direitos amplas, abrangendo temas que são cruciais, fundamentais para o dia a dia do povo do Maranhão. E como gestor da maior crise sanitária que se abateu sobre a humanidade, quero agradecer a imprensa pelo trabalho feito da pandemia, levando dados, informações, orientações que foram imprescindíveis para que o nosso Estado chegasse a condição de ser aquele que tem a menor taxa de mortalidade por coronavírus entre os brasileiros”, declarou.
Por fim, Dino desejou sorte ao vice-governador Carlos Brandão, que vai assumir o governo do Maranhão, oficialmente, neste sábado (2).
Ainda durante a cerimônia foi oficializado que o secretário Estadual de Educação, Felipe Camarão (PT), será pré-candidato a vice-governador na chapa encabeçada por Brandão, que já confirmou que é pré-candidato ao Palácio dos Leões.