Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Eduardo Braide decreta luto oficial de três dias após morte do ex-prefeito de São Luís Vicente Fialho

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
O ex-prefeito da capital maranhense Vicente Fialho, de 84 anos, morreu na madrugada desta terça-feira (12), vítima da Covid-19. Morre aos 84 anos, ex-prefeito de São Luís, Vicente Fialho Divulgação/Acervo particular...


O ex-prefeito da capital maranhense Vicente Fialho, de 84 anos, morreu na madrugada desta terça-feira (12), vítima da Covid-19. Morre aos 84 anos, ex-prefeito de São Luís, Vicente Fialho
Divulgação/Acervo particular de Darth Vader
O prefeito de São Luís, Eduardo Braide, decretou, nesta terça-feira (12), luto oficial de 3 dias no município, pela morte do ex-prefeito da capital Vicente Fialho, de 84 anos, que morreu na madrugada desta terça, vítima da Covid-19.
Vicente Fialho estava internado no Hospital São Carlos, situado na cidade de Fortaleza, no estado do Ceará.
Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram
Por meio de nota, o prefeito Eduardo Braide lamentou a morte de Fialho e decretou luto oficial de 3 dias na capital.
Veja a nota na íntegra
Com pesar recebi a notícia do falecimento do ex-prefeito de São Luís, Vicente Fialho.
Ao longo da vida, ele construiu uma história política de trabalho em nossa capital, em nosso Estado, também como prefeito de Fortaleza, no Congresso Nacional e como ministro da República.
Pelos relevantes serviços prestados por Vicente Fialho, decreto luto oficial de 3 dias no Município de São Luís, em virtude de seu falecimento.
Meus sentimentos à família e amigos do ex-prefeito de São Luís, Vicente Fialho, neste momento de pesar.
Vida dedicada à política
Vicente Fialho foi prefeito da capital maranhense entre os anos de 1969 a 1971. Na época, ele foi indicado pelo então governador do Maranhão, José Sarney. Ele também foi prefeito da cidade de Fortaleza entre os anos de 1971 a 1975, por também indicação do governador do Ceará, Cesar Filho.
Além de suas passagens como gestor na capital maranhense e cearense, Vicente Fialho também exerceu o cargo de ministro de Minas e Energia nos anos de 1989 e 1990, no governo de José Sarney. Ele ainda foi deputado federal de 1991 a 1995. Vicente Fialho deixa a esposa e cinco filhos.

Deixe sua Opinião

Ultimas Noticias

Siga a Gente

--:--
--:--
  • cover
    Rede Mano Santana
  • cover
    Mirante FM