Entidades se reúnem para cobrar fim de conflitos de terra em comunidade no MA


Comunidade ‘Gado Bravinho’, na zona rural do município de Balsas, tem sido alvo de disputas de terra.
Entidades cobram solução para fim de conflitos de terra em comunidade do MA
Na manhã desta quarta-feira (13), a Sociedade Maranhense de Direitos Humanos (SMDH) promoveu uma reunião com entidades e trabalhadores rurais da comunidade de ‘Gado Bravinho’, na zona rural do município de Balsas, localizado a 810 km de São Luís. Nesta semana, moradores denunciaram agressões e ameaças de morte realizadas por suspeitos fortemente armados.
De acordo com informações da SMDH, a Comissão Pastoral da Terra (CPT), o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Balsas e a Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp) estiveram presentes durante a reunião, que contou com a presença do presidente de uma associação de produtores locais, Raimundo de Assis Pereira, e sua esposa, vítimas de tentativas de intimidação de jagunços que atuam no local. Na última segunda-feira (11), a casa do casal foi incendiada.
Teto da residência ficou parcialmente destruído após incêndio
Reprodução/TV Mirante
Uma das principais prioridades debatidas inclui o fim de conflitos de terra na região. O gestor regional da Agerp, Manoel Carvalho, cobrou vistorias regulares do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) nos assentamentos.
“O INCRA precisa vir fazer as vistorias; precisa fazer com que as famílias se localizem em suas residências […] para que, posteriormente, as famílias possam ficar em suas áreas, produzindo, sem preocupação de violência […]’’, concluiu.