Greve dos rodoviários entra no seu 44º dia na Grande São Luís


Audiência de mediação entre rodoviários e empresários está marcada para acontecer nesta quarta-feira (30), às 15h, na sede do Tribunal Regional do Trabalho do Maranhão, no bairro Areinha, na capital. Greve dos rodoviários entra no seu 44º dia na Grande São Luís
Olavo Sampaio/TV Mirante
A greve dos rodoviários entrou nesta quarta-feira (30) no seu 44º dia na Grande São Luís. Uma audiência de mediação entre rodoviários e empresários do transporte público de São Luís, visando algum acordo que possa colocar fim na greve dos motoristas e cobradores está marcada para acontecer nesta quarta-feira (30), às 15h, na sede do Tribunal Regional do Trabalho do Maranhão, no bairro Areinha, na capital.
Nessa terça-feira (29), uma decisão da desembargadora Márcia Andrea determinou que seja mantido 60% da frota do transporte público durante a greve dos rodoviários na Grande Ilha de São Luís. Em caso de descumprimento, os sindicatos dos rodoviários e dos empresários estão sujeitos a uma multa de R$ 50 mil .
O que se sabe sobre a greve dos rodoviários que já dura mais de 40 dias na Grande Ilha de São Luís
No entanto, ao g1 Maranhão, o Sindicato dos Rodoviários afirmou que vai manter a paralisação, mesmo ciente da determinação judicial.
Reinvindicações
Justificando a paralisação, os rodoviários pedem um reajuste de 12% nos salários, jornada de trabalho de seis horas, tíquete de alimentação no valor de R$ 800, manutenção do plano de saúde e a inclusão de um dependente e a concessão do auxílio-creche, para trabalhadores com filhos pequenos.
A Prefeitura de São Luís chegou o auxílio emergencial ao setor de transporte público neste mês de fevereiro, destinando mais R$ 2,5 milhões (auxílio direto) e R$ 1,5 milhão, por meio do programa 'Cartão Cidadão', ao setor de transporte, mas os rodoviários decidiram iniciar o movimento devido a um impasse salarial com os empresários.