Homem acusado por duplo feminicídio e uma tentativa passa por audiência em Imperatriz

Na manhã desta segunda-feira (04), está ocorrendo a 1ª audiência de instrução ao julgamento do caso do homem chamado Wlisses Lima Lucena, que assassinou a tiros duas mulheres e tentou contra a vida de uma terceira, no dia 16 de novembro de 2021, em um Salão de Beleza no bairro Nova Imperatriz, na cidade de Imperatriz.

Segundo o promotor de Justiça, Carlos Róstão, na audiência de hoje (04) serão ouvidas as testemunhas do caso para que os próximos passos até o julgamento sobre o caso sejam definidos.

Uma das vítimas era ex-namorada do acusado, identificada como Rayanne da Silva Morais. De acordo com a polícia, Raynne era proprietária do Salão de Beleza, onde ocorreu o crime e Iraildes, a segunda vítima, que não teve o sobrenome identificado pela polícia, era funcionária de Raynne. A terceira vítima, que sobreviveu, foi identificada como Andressa Pereira de Souza.

Imagens de Notícias de Imperatriz
Ex-namorada do acusado, identificada como Rayanne da Silva Morais
Imagens de Notícias de Imperatriz
Iraildes, a segunda vítima, era funcionária de Rayanne

Uma das motivações do autor do crime é o fato de que ele não aceitava o término do relacionamento com Rayanne. No início de dezembro do ano passado, o Ministério Público do Maranhão encaminhou uma denúncia contra Wlisses à justiça, que constava que a forma em que o crime foi cometido está relacionada ao fato de as vítimas serem mulheres, à relação de convivência com sua ex-companheira e pelo desprezo à condição de mulher estendida às outras vítimas.

O Imperatriz Online produziu uma reportagem completa sobre o caso na época, assista abaixo e relembre a história.