Homem é morto com 12 tiros em bairro de São Luís; idoso também ficou ferido


Segundo informações da Polícia Civil, os crimes aconteceram por volta das 2h50, em frente a um bar, na 3ª travessa Presidente Médici, no Bairro de Fátima, em São Luís. Homem é morto com 12 tiros em bairro de São Luís; idoso também ficou ferido.
Foto: Divulgação (Imagem ilustrativa)
No início da madrugada deste sábado (9), foi registrado um homicídio e uma tentativa de homicídio no Bairro de Fátima, em São Luís.
A vítima morta foi identificada como Sidney Anderson Santos Frazão, de 34 anos, conhecido como ‘Cidinho’. Já a pessoa ferida foi um idoso de 63 anos, identificado como Hermínio Cardoso Freitas.
Segundo informações da Polícia Civil, os crimes aconteceram por volta das 2h50, em frente a um bar, na 3ª travessa Presidente Médici.
Dois homens, ainda não identificados, dispararam 12 tiros contra Sidney Anderson, sendo quatro na região das costas, dois na cabeça e seis no peito. O homem foi a óbito no local.
Ainda de acordo com a polícia, Sidney Anderson tinha dois registros criminais pelos crimes de porte de drogas para consumo (2016) e injúria com violência ou vias de fato (2020).
Já o idoso Hermínio Cardoso, também foi alvejado por disparos, mas foi socorrido por populares e levado ao Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I). Segundo a polícia, a vítima não tem registros criminais.
Após os crimes, os autores dos disparos fugiram em um veículo não identificado.
O caso está sendo investigado pela equipe da Superintendência de Homicídio e Proteção a Pessoas (SHPP), e, até o momento, ninguém foi preso nem identificado. E a polícia ainda não tem informações sobre a motivação do crime.
Outra tentativa de homicídio
Na noite dessa sexta-feira (8), um homem, identificado como Joel Santos Silva, de 36 anos, foi vítima de tentativa de homicídio na avenida Sarney Filho, no bairro da Vila Embratel, em São Luís.
O crime aconteceu por volta das 19h18, quando dois homens, não identificados tentaram matar a vítima.
De acordo com a polícia, Joel Santos, que é morador da Vila Embratel, é integrante de uma facção criminosa. Além disso, ele tem registro criminal, com pena já cumprida.
O caso também está sendo investigado pela SHPP, e, até o momento, ninguém foi preso nem identificado. Ainda não há informações sobre a motivação do crime.