Justiça converte em preventiva a prisão dos suspeitos de matar bebê de oito meses em Centro do Guilherme, no MA

Segundo a polícia, os pais brigaram e a criança acabou se machucando. Os dois foram presos. A Justiça converteu em preventiva a prisão de Sebastião Gomes da Silva Júnior e Edivânia dos Santos, que são suspeitos de causar a morte do filho do casal, que tinha oito meses de idade. O caso aconteceu no bairro Jacaré, em Centro do Guilherme, a cerca de 283 km de São Luís.
Ambos estavam presos em penitenciárias de forma temporária, mas agora com a prisão preventiva, eles só serão soltos por nova decisão judicial. O pedido de conversão da prisão temporária para preventiva foi feito pela Polícia Civil, que ainda investiga o caso.
Segundo as investigações, o caso aconteceu na última segunda-feira (4), quando o casal iniciou uma briga dentro de casa. No meio da discussão, o bebê acabou se machucando. Após idas e vindas a hospitais, a criança acabou morrendo um dia depois.
Por causa do ocorrido, Sebastião e Edivânia foram presos em flagrante. A Policia Civil pediu um laudo que comprove a causa da morte do bebê, que ainda não foi concluído.