Maranhão envia equipe do Corpo de Bombeiros para reforçar ações de resgate em Pernambuco


Nos últimos dias, o Estado de Pernambuco foi atingido por fortes chuvas, as quais já deixaram cerca de 87 mortos e mais de 700 desabrigados e desalojados. Buscas por desaparecidos são feitas em Jardim Monte Verde
Mhatteus Sampaio/TV Globo
Na tarde desse domingo, o governo do Estado enviou uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) para reforçar as ações de resgate no Estado do Pernambuco, que nos últimos dias foi atingido por fortes chuvas, as quais já deixaram cerca de 87 mortos e mais de 700 desabrigados e desalojados no Estado.
Saiba mais:
Chuvas em Pernambuco: veja pontos de doação para ajudar famílias atingidas
Sobe para 87 o nº de mortos por causa das chuvas no Grande Recife; buscas chegam ao 3º dia
'Todo mundo morreu e eu fiquei', diz jovem resgatado de deslizamento em que perdeu mãe, avós e primos
Chuvas em Pernambuco: 'Não adianta receber o alerta e não saber o que fazer', avalia especialista em gestão de risco
'Faleceu minha irmã, meu cunhado… faleceram 11 pessoas da minha família', diz morador do Grande Recife
“É uma iniciativa solidária dos entes federativos, promovendo a mobilização de vários profissionais, entre estes equipes de salvamento do Corpo de Bombeiros, para auxílio imediato às vítimas do desastre”, destacou o comandante do CBMMA, coronel Célio Roberto de Araújo.
A equipe enviada pelo Maranhão para Pernambuco é composta por dois bombeiros, que embarcaram em um avião, e mais quatro cães farejadores, que foram por terra.
Segundo o CBMMA, a solicitação ao governo maranhense partiu do Governo Federal, por intermédio do Ministério do Desenvolvimento Regional e da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil. A equipe que foi enviada a Pernambuco integra o corpo técnico da Defesa Civil do Maranhão e vai apoiar nas ações de socorro aos pernambucanos.
Ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros do Maranhão, para reforçar a operação, foram designados oficiais com experiência no enfrentamento de desastres naturais.
Leia também: Pernambuco e mais 5 estados do Nordeste têm alerta de chuva até segunda; Sul também tem risco de tempestade, segundo Inmet
Os mesmos profissionais estiveram, no início do ano, na Bahia, onde atuaram prestando serviços, sobretudo no apoio ao Ministério do Desenvolvimento Regional e da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil. A equipe trabalhou na captação de recursos para auxílio imediato à população afetada pelas chuvas naquele Estado.
Forte chuva provoca mortes em Pernambuco
Casa desaba e cai dentro de rio em Macaparana, na Zona da Mata de Pernambuco
Reprodução/WhatsApp
Nesta segunda-feira (30), as buscas por pessoas desaparecidas após o deslizamento de barragens por causa das fortes chuvas no Grande Recife chegaram ao terceiro dia. O principal ponto de buscas é Jardim Monte Verde, limite entre a capital e Jaboatão. Lá, mais três corpos foram achados, totalizando ao menos 87 mortos em todo o estado, desde a quarta-feira (23).
Bombeiros e Exército buscam desaparecidos em deslizamentos de barreiras no Grande Recife
Reprodução/TV Globo
Somente em Jardim Monte Verde, mais de 20 pessoas morreram soterradas e tiveram os corpos resgatados da lama. Entretanto, segundo o Corpo de Bombeiros, ainda há vítimas desaparecidas entre os escombros.
O número de pessoas desaparecidas não foi atualizado pelo governo do Estado, desde a tarde do domingo (29). Nesta segunda, mais um corpo foi achado. Não há, no entanto, informações sobre a identificação da vítima.
O Instituto de Medicina Legal (IML) chegou ao local para levar os corpos. No domingo (29), a sede do órgão ficou cheia de parentes de vítimas tentando liberar os corpos dos familiares para poder velar e enterrar as vítimas.
Uma das vítimas foi encontrada na região conhecida como Capelinha, local mais crítico. Outras duas foram achadas noutro ponto do bairro. Esses últimos corpos foram indicados pelo cão farejador Fênix, um labrador do Corpo de Bombeiros.
"Achamos uma vítima e tem a possibilidade de ter mais três vítimas ou seis soterradas. As informações divergem. Em outro ponto foram encontradas duas vítimas que faltavam e provavelmente lá vai encerrar as operações", afirmou o major João Paulo Ferreira da Costa, que comandou as buscas nas últimas 24 horas.
As buscas são feitas por moradores, pelo Exército e pelos bombeiros de Pernambuco e de outros estados, que enviaram efetivo para ajudar o estado em meio ao desastre.
De acordo com o superintendente da Defesa Civil de Jaboatão, Arthur Paiva, embora a chuva não esteja tão intensa quanto nos dias anteriores, ainda há riscos de desastres na região.
[O risco] é bastante alto. Essa área aqui, realmente, toda ela está totalmente afetada, a encosta está muito encharcada, as chuvas não pararam e há possibilidade de novos deslizamentos. Por isso, nós interditamos todas as casas de cima [da barreira]", explicou.
Catorze municípios já decretaram situação de emergência no Estado: Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, São José da Coroa Grande, Moreno, Nazaré, Macaparana, Cabo de Santo Agostinho, São Vicente Ferrer, Paudalho, Paulista, Goiana, Timbauba e Camaragibe.