Médico peruano é preso após cometer abusos sexuais contra paciente em Rosário


O médico ginecologista Gonzalo Arturo Buleje Revatta, de 51 anos, natural do Peru, foi preso por policiais civis de Rosário, a 70 km de São Luís, após a prática de crime de violação sexual mediante fraude consumado contra uma paciente.

A mulher, de 26 anos, que estava numa consulta relatou que foi abusada sexualmente por meio de diversas carícias e toques, além de ser colocada em diversas posições sexuais com perguntas de cunho erótico. O ato criminoso, segundo a vítima, durou vários minutos.

O crime ocorreu em uma clínica de propriedade do médico. Segundo a polícia, ainda existiam outras ocorrências da mesma natureza praticadas pelo suspeito.

Após a ação criminosa, a vítima procurou a Delegacia Regional de Rosário para buscar auxílio. De imediato, foi determinado que uma equipe localizasse o médico e efetuasse a captura para a elaboração da lavratura do auto de prisão em flagrante.

Após a autuação, o médico foi encaminhado para a Unidade Prisional de Rosário, onde ficará à disposição da Justiça.

A vítima foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML), em São Luís, para ser submetida a exames periciais. Fonte: Blog do Gilberto Lima