Médico sem registro no Brasil é preso realizando consultas no Maranhão


Segundo as investigações, o 'falso médico' era formado no exterior, mas sem diploma validado no Brasil. Para realizar consultas, ele usava dados e o registro de um médico do Pará. Polícia Civil do Maranhão
Divulgação/Polícia Civil do Maranhão
A Polícia Civil prendeu um homem que é acusado de exercer ilegalmente a profissão de médico em alguns municípios do Maranhão.
Segundo a polícia, o homem tem 26 anos e era formado no exterior, mas sem revalidação do diploma. Dessa forma, ele realizava consultas no Hospital Municipal de Maranhãozinho usando dados e número do Conselho Regional de Medicina de outro profissional, registrado no Pará.
Ainda segundo as investigações, também há relatos de que o 'falso médico' estava fazendo diagnósticos equivocados dos pacientes em Maranhãozinho e Maracaçumé, o que motivou as denúncias.
O homem, que não teve o nome informado, acabou preso em flagrante, nesta quinta-feira (23), enquanto realizava consultas. Ele foi encaminhado para a Unidade Prisional de Governador Nunes Freire e vai responder pelo crime de exercício ilegal da medicina e falsidade ideológica.