MP pede a suspensão do show do cantor Wesley Safadão no aniversário de cidade no Maranhão


Cachê do cantor é de R$ 500 mil e foi cobrado para apresentação no aniversário do município de Vitória do Mearim, cidade localizada a 178 km de São Luís. Valor seria pago com recursos públicos. Wesley Safadão em 'WS on Board'
Romilson Salles / Divulgação
O Ministério Público do Maranhão (MP-MA) ingressou com uma liminar contra a Prefeitura de Vitória do Mearim e o prefeito do município, Raimundo Nonato Everton Silva, pedindo o cancelamento do show do cantor Wesley Safadão e outros artistas que se apresentariam no aniversário da cidade.
O evento está marcado para o dia 24 de abril na cidade localizada a 178 km de São Luís. Segundo o Ministério Público, o show será realizado e pago com recursos públicos. Os gastos, chegam até R$ 500 mil e a contratação do artista foi feita sem licitação.
Um ofício foi enviado pelo MP-MA à Prefeitura Municipal que não forneceu as informações sobre montagem de palco, iluminação, som, recepção, hospedagem, abastecimento de veículos de artistas ou pessoas de apoio.
O MP-MA questiona os gastos com o evento devido ao cenário da tramitação de procedimentos administrativos para atender necessidades básicas de Vitória do Mearim, como a reforma do matadouro municipal, melhoria de estradas vicinais e escolas, a construção de creche e a correta destinação do lixo do Hospital Municipal Kalil Moisés da Silva.
Na ação de caráter liminar, o MP pede que a Prefeitura adote, em 24 horas, providências para fazer constar na página principal do site o aviso de cancelamento do show, para dar publicidade necessária à população local.
Em caso de descumprimento, foi aplicada uma multa de R$ 50 mil por dia, que deve ser paga pessoalmente pelo prefeito do município.
o g1 procurou a Prefeitura de Vitória do Mearim que não se manifestou até a publicação desta reportagem.