Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Mudanças durante reforma no Terminal da Cohama deixam passageiros confusos em São Luís

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Plataformas 3 e 4 do Terminal da Cohama passam por revitalização. Mudanças durante reforma no Terminal da Cohama deixam passageiros confusos em SL A revitalização de duas plataformas no Terminal da...


Plataformas 3 e 4 do Terminal da Cohama passam por revitalização. Mudanças durante reforma no Terminal da Cohama deixam passageiros confusos em SL
A revitalização de duas plataformas no Terminal da Cohama, iniciada na última segunda-feira (11), causou problemas para usuários do transporte público, que alegam dificuldades para encontrar os pontos de espera provisórios, no local.
As reformas nas plataformas 3 e 4 do Terminal da Cohama, foram iniciadas após a conclusão dos reparos na estrutura metálica das plataformas e 1 e 2, comprometidas em decorrência de um desabamento, em março deste ano. Com a intervenção, o espaço para atender cerca de 80 a 100 mil passageiros, diariamente, é reduzido, ocasionando plataformas mais cheias nos horários de pico.
Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram
A recepcionista Gleici Soares explica que, com as modificações, a espera pelos ônibus se torna um pouco mais confusa, e, com mais pessoas nas plataformas, a sensação de insegurança também cresce.
“É bem confuso para gente. Mistura todas as paradas, que ficam muito lotadas, e, às vezes, até perigosas”, disse.
Mudanças durante reforma no Terminal da Cohama deixam passageiros confusos em São Luís
Reprodução/TV Mirante
Geridos, anteriormente, pela prefeitura de São Luís, os terminais de integração da capital estão, hoje, sob responsabilidade legal de consórcios que venceram a licitação para explorar os serviços de transporte público da capital.
Em entrevista à TV Mirante, o secretário da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), Diego Baluz, informou que a reforma das plataformas 3 e 4 é parte de uma revitalização completa, organizada pelo consórcio Primor, gestor do Terminal da Cohama. A ação obedece a prazos estipulados em um acordo com o poder judiciário.
“De agora em diante, a gente interdita a 3 e 4 e vai para a terceira fase, onde o consórcio responsável pela reforma terá mais 60 dias para reformar as plataformas 3 e 4 definitivamente, e entregar o terminal de volta a população na sua totalidade reformada”, concluiu.

Deixe sua Opinião

Ultimas Noticias

Siga a Gente

--:--
--:--
  • cover
    Rede Mano Santana
  • cover
    Mirante FM