Policial militar do Pará é preso suspeito de ter tirado a vida de colombiano em Imperatriz

Hoje (03), durante a Operação Paralelo, deflagrada pela Delegacia Geral de Polícia Civil, a Polícia Civil Do Estado do Maranhão por intermédio da Delegacia de Homicídios (DHPP) de Imperatriz, cumpriu mandado de prisão preventiva contra o policial militar aposentado do estado do Pará, suspeito de ter tirado a vida do colombiano, Fernando Majin, depois dele tentar acalmar uma confusão, em um bar no bairro Bacuri, em 12 de novembro de 2021.

De acordo com a investigação, o policial havia pedido uma cerveja no bar, mas a proprietária disse que só serviria depois que o pagamento fosse realizado, o mesmo não aceitou e ameaçou atirar na mulher, afirmando que se ela não servisse imediatamente a bebida, ele estouraria a sua cabeça. Então, Majin tentou acalmar a situação, na qual ele abraçou o autor por trás e perguntou o motivo da confusão.

Por causa disso, os dois acabaram brigando, o autor empurrou a vítima, que revidou e empurrou o autor, que acabou caindo no chão. Em seguida, o policial efetuou disparos de arma de fogo contra a vítima, que faleceu no local. O Samu ainda foi ao local e tentou reanimar o homem, mas ele não resistiu.

O suspeito, que teve somente as iniciais do nome divulgadas pela polícia, sendo J.A.D.C.S, foi levado para o 3º Batalhão de Polícia Militar do Estado do Maranhão onde ficará sob custódia à disposição da justiça.

As informações são confirmadas pela Delegacia de Homicídios de Imperatriz.