Preso suspeito de matar a ex-companheira a tijoladas no Maranhão; vítima foi encontrada nua próximo a um lava a jato


Tatiane Corrêa Garcez dos Santos, de 33 anos, foi encontrada morta próximo a um lava-jato nessa segunda-feira (6), na MA-201, em Paço do Lumiar. Segundo a polícia, o casal tinha um relacionamento conturbado. Viatura da Polícia Civil do Maranhão (PC-MA)
Divulgação/Polícia Civil
A Polícia Civil do Maranhão (PC-MA) prendeu em flagrante, nesta terça-feira (7), um homem suspeito de ter assassinado a tijoladas a ex-companheira, identificada como Tatiane Corrêa Garcez dos Santos, de 33 anos, em Paço do Lumiar, cidade na Região Metropolitana de São Luís.
A vítima foi encontrada morta próximo a um lava a jato, localizado na MA-201, na Estrada de Ribamar. Tatiane Corrêa estava despida e com marcas de agressão no rosto.
De acordo com Wanda Moura, chefe do Departamento de Feminicídio da Superintendência de Homicídio e Proteção a Pessoas (SHPP), o suspeito prestou depoimento e acabou em contradição.
Em um primeiro momento, o suspeito disse que passou a noite de domingo (5) em casa, enquanto a Tatiane Corrêa teria saído sozinha. Em seguida, ele disse que passou o mesmo período usando drogas em frente ao local em que a vítima foi encontrada morta.
Segundo a delegada, testemunhas afirmaram que viram o suspeito saindo assustado do local, com vestígios de sangue na camisa em que usava. Na manhã de segunda-feira (6), Tatiane foi encontrada morta pelo dono do lava a jato.
A Polícia Civil informou que a vítima e o suspeito se conheceram há dez anos, mas tinham um relacionamento há três. Tatiane Corrêa chegou a morar em São Paulo por um período, mas retornou ao Maranhão no início do ano e voltou a namorar com o suspeito.
Ainda segundo a polícia, o relacionamento do casal era marcado por brigas devido ao uso abusivo de drogas por parte do suspeito.
O homem foi levado para o Sistema Penitenciário do Maranhão, onde vai permanecer à disposição da justiça.