Professores de Açailândia protestam de novo cobrando reajuste salarial 

Os professores da rede municipal de Açailândia fizeram outro protesto na tarde desta segunda-feira (18), mas desta vez foi em frente a Secretaria Municipal de Educação do município. Os profissionais da educação ainda estão exigindo o reajuste salarial de 33,24%.

A greve dos professores já dura pouco mais de duas semanas. No mês passado, o movimento foi considerado irregular pelo Tribunal de Justiça do Maranhão, que depois de negociações, o município ofereceu um reajuste de 17℅, que não foi aceito e depois informou o reajuste de 10,06% aos servidores públicos municipais.

O espaço continua aberto caso a Secretaria de Comunicação queira se pronunciar sobre o assunto.

Segundo os professores, são mais de 60 escolas da rede municipal que seguem sem aulas por causa da greve. Eles afirmam que continuarão até que o município prove que não tem condições de pagar. Eles dizem ainda que a paralisação, que acontece desde o dia 17 de março, deve durar até que as negociações sejam resolvidas.