Vai a Júri Popular homem acusado de tirar a vida de vítima por vingança

Está acontecendo nesta terça-feira (21), o julgamento de Marconi Vital Cavalcanti Júnior, acusado de ter tirado a vida de Giliarde Bandeira Moura com disparos de arma de fogo. O crime ocorreu em 2015, no bairro Vilinha.

De acordo com o inquérito, Marconi e outros dois homens atraíram Giliarde, que era usuário de drogas, para uma casa abandonada, onde a vítima foi executada.

Ainda segundo o inquérito, o crime teria sido motivado porque Giliarde havia delatado os acusados de um assalto, que ele também participou, à casa da então vereadora Fátima Avelino, resultando na prisão de Marconi. Tempos depois, ele saiu e cometeu a vingança.

O réu responde por homicídio duplamente qualificado e pode pegar de 12 a 30 anos de prisão. Quem sustenta a acusação é o promotor de justiça criminal Carlos Róstão.