Vendedora tem prejuízo após cliente pagar conta com cartão clonado  

A proprietária de uma loja de roupas infantis, em Imperatriz, sofreu um golpe no valor de R$ 800, depois do cliente pagar com um cartão clonado. Ela contou que o suposto cliente entrou em contato com a loja, fez os pedidos e efetuou o pagamento por meio de link, que é quando o cartão do cliente é cadastrado em um link gerado pelo banco do vendedor e o valor é debitado na conta.

A vítima contou que depois do valor ter entrado na conta da loja, o cliente buscou os pedidos e dias depois chegou uma mensagem do banco avisando que o valor tinha sido retirado da conta dela e devolvido ao verdadeiro dono do cartão, pois o nome cadastrado pelo cliente no pagamento, não correspondia ao verdadeiro nome do dono do cartão, o que confirma que o cartão tinha sido clonado. Veja na imagem a mensagem que a vítima recebeu do banco:

Imagens de Notícias de Imperatriz

A vítima ficou arrasada, mas contou que antes mesmo de gerar o link para o pagamento, ela havia entrado em contato com o banco para verificar a veracidade dos dados fornecidos pelo suposto cliente e como funcionaria a compra.

O valor realmente foi debitado na conta da vendedora, pois ela conta que chegou uma notificação e mensagem em sua conta confirmando, mas foi estornado após o verdadeiro dono da conta não aceitar a compra e o banco verificar que o nome cadastrado pelo cliente no link de pagamento estava errado.

A proprietária ficou no prejuízo, pois a pessoa havia levado as roupas compradas. Em casos como esse, sempre é importante procurar os seus direitos e notificar o acontecimento à polícia em forma de denúncia.