Você viu? Professores entram em greve em SL, procuradora dá ‘facada’ em Bolsonaro, show de Safadão é suspenso e outras notícias da semana no g1 MA


Veja quais foram as notícias em destaque ao longo da semana no portal g1 Maranhão. Confira o resumo de algumas das principais reportagens e as mais acessadas pelos leitores do g1 Maranhão na semana de 17 a 23 de abril.
17 de abril
Projeto criado por maestra maranhense oferece aulas gratuitas de ballet para jovens de escolas públicas: ‘o objetivo é descobrir talentos’
Divulgação
Um projeto criado há mais de 20 anos pela bailarina, maestra e coreógrafa Olinda Saul, ensina gratuitamente ballet clássico e contemporâneo para estudantes da rede pública de ensino do Maranhão.
Ao g1, a bailarina explicou que o objetivo do projeto é a formação profissional dos estudantes, resgatando a cidadania, a autoestima, a cultura do ballet em si, que é muito abrangente e envolve a música erudita, popular, o folclore tanto brasileiro quanto internacional.
Por do sol visto na Avenida Ana Jansen, em São Luís
Fozzie (José Miranda)
Uma lista criada pelo g1 deu dicas de cinco lugares para curtir o pôr do sol em São Luís. O pôr do sol pode ser apreciado especialmente nas regiões litorâneas, onde o céu pode apresentar diversas tonalidades em cada época do ano.
18 de abril
Professores da rede pública municipal de São Luís realizam greve geral; categoria quer reajuste salarial de 33,24%
Divulgação/Sindeducação
Professores da rede pública municipal de São Luís deram a uma greve geral da categoria. A categoria reivindica a atualização do piso nacional de 33,24% para docentes do nível médio, e a repercussão em toda tabela salarial do magistério, com 36,56% de reajuste para todos os professores com nível superior.
De acordo com o sindicato da categoria, os professores estão há 5 anos sem aumento de salário, e a proposta feita pela Prefeitura de São Luís, de reajustar em apenas 5% os salários, é considerada ‘imoral’ pela categoria.
Além disso, também entraram em greve, mais de 200 funcionários que atuam no setor de limpeza do Hospital de Urgência e Emergência Dr. Clementino Moura (Socorrão II), Hospital da Mulher e da Criança, além das unidades mistas, em São Luís.
Corpo de mulher morta com golpe de faca passa por perícia em São Luís
A Polícia Civil informou que a morta por subtenente do Corpo de Bombeiros do Maranhão foi assassinada com um golpe de faca. A vítima foi morta com um golpe de faca, na cidade de Bacabeira, no último dia 10 de abril. Mas o corpo de Viviane Batista só foi localizado cinco dias depois do crime.
19 de abril
Corpo de Bombeiros foi chamado e conseguiu controlar o incêndio no shopping informal em Santa Inês
Reprodução/TV Mirante
Estão sendo investigadas as causas de um incêndio que destruiu parte de um shopping informal, que abrigava um camelódromo da cidade de Santa Inês, a 250 km de São Luís. De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Santa Inês, Natálio Magalhães, após vistoria foi detectado problemas na instalação elétrica.
Hospitais filantrópicos e casas de saúde suspenderam parcialmente as atividades em São Luís, em adesão à paralisação, em caráter simbólico, realizada em todo o país, cobrando a atualização da tabela de repasses efetuados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com a Confederação de Santas Casas e Hospitais Filantrópicos (CMB), cerca de 1.800 unidades de saúde aderiram ao movimento.
Uma plataforma da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) oferece cursos de capacitação gratuitos a professores e alunos de licenciatura. As inscrições seguem abertas para as aulas de Psicologia da Educação, Desenho Didático para o Ensino On-line, Como Produzir Videoaulas, Mediação em EaD e Multimeios em Educação.
20 de abril
Mulher com deficiência mental morre após cair nas águas do rio Maracu, na Baixada Maranhense
Reprodução/TV Mirante
Uma mulher, identificada como Priscila de Souza, morreu afogada após cair em um rio na região da Baixada Maranhense. O acidente aconteceu na madrugada de segunda-feira (18), na cidade de Cajari, mas o corpo da vítima só foi encontrado na terça (19). O corpo dela foi encontrado em um local bem distante da cidade, na zona rural do município.
Após assembleia, o Sindicato dos Profissionais do Ensino Público de São Luís (Sindeducação) informou que a categoria rejeitou a nova proposta de reajuste da 10,06%, ofertado pela Prefeitura do Município e decidiu manter a greve dos professores.
Um homem, que não teve a sua identidade revelada, foi preso suspeito de incendiar a casa da sua ex-companheira na cidade de Esperantinópolis, a 350 km de São Luís. Segundo a polícia, ele não aceitava o fim do relacionamento e teria praticado o crime para se vingar da ex-companheira.
21 de abril
MA é o 7º Estado com o maior registro de crimes de homofobia do Brasil
O Maranhão é o sétimo estado com o maior registro de crimes de homofobia do país. De acordo com dados do Observatório de Políticas Públicas LGBT, em 2020, foram registradas 10 mortes de homossexuais no Maranhão, mas é possível que este número seja maior devido às subnotificações.
O estado registrou um aumento de 76,2% nos casos de zika, dengue e chikungunya no primeiro trimestre de 2022, em comparação com o mesmo período do ano anterior, segundo o Boletim Epidemiológico de Arboviroses, da Secretaria de Estado da Saúde (SES). De janeiro a março deste ano, foram 527 casos confirmados, enquanto em 2021 foram registrados 402 casos.
A Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA) lançou um edital com a oferta de intercâmbio acadêmico e científico para professores do Maranhão nas cidades de Coimbra e Porto, em Portugal. As inscrições seguem até o dia 6 de maio no site da FAPEMA.
22 de abril
Em 2021, foram contabilizados em São Luís, 39 registros de Boletins de Ocorrências sobre casos de maus-tratos contra animais, na Delegacia do Meio Ambiente. Segundo dados da Polícia Civil do Maranhão, além dos Boletins de Ocorrências, houve ainda 293 casos informados, por meio do Disque-Denúncia, embora grande parte das denúncias tenham sido inverídicas.
Universitários reclamam do abandono da Casa do Estudante da UFMA
Universitários que moram na Casa do Estudante, situada no campus da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), em São Luís, estão sofrendo com as condições do local. Eles reclamam do abandono da Casa do Estudante da UFMA. Dentre os problemas estão rachaduras nas paredes e na fachada, além de infiltrações.
Procuradora dá 'facada' em boneco de Bolsonaro durante malhação do Judas no Maranhão
Repercutiu nas redes sociais um vídeo em que a procuradora do Estado do Maranhão, Renata Bessa, aparece dando uma 'facada' contra um boneco que teria alusão ao presidente Jair Bolsonaro (PL), durante a cerimônia de malhação do Judas ocorrida durante o período de Páscoa.
No primeiro vídeo, a procuradora aparece simulando uma facada contra o boneco e uma voz ao fundo diz 'mais embaixo', em alusão a facada que Bolsonaro levou durante um ato de campanha em Juiz de Fora, nas eleições de 2018. No segundo vídeo, Renata faz um discurso relacionando Bolsonaro com Judas, e diz que iria 'malhar' ele.
23 de abril
Wesley Safadão em 'WS on Board'
Romilson Salles / Divulgação
O Superior Tribunal de Justiça (STJ) suspendeu a realização do show do cantor Wesley Safadão, marcado para o domingo (24), em Vitória do Mearim, cidade a 178 km de São Luís. Esta é a segunda vez que o show, em comemoração ao aniversário do município maranhense, é suspenso pela justiça.
A sentença suspende o parecer do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA), concedida na sexta-feira (22), que liberava a realização do show. O decisão foi assinada pelo presidente do STJ, o ministro Humberto Martins e atende a uma ação movida pelo Ministério Público do Maranhão (MP-MA).
Daniel Carvalho estava desaparecido desde a sexta-feira (22) em Imperatriz
Divulgação/Arquivo pessoal
Após ter sido sequestrado, jovem Daniel Carvalho foi encontrado morto em Imperatriz, cidade localizada a 629 km de São Luís. De acordo com a Polícia Militar do Maranhão (PM-MA), Daniel foi encontrado com tiros na cabeça e no ombro. O jovem estava desaparecido desde a sexta-feira, após ter sido sequestrado por três homens.
Um laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou que uma bebê de três meses, que morreu em Itapecuru-Mirim, se engasgou com leite materno. O caso aconteceu na manhã de sexta, no bairro Roseana Sarney.
A menina morreu em casa e havia marcas vermelhas pelo corpo, que poderiam indicar estrangulamento. Segundo a Polícia Civil, a mãe vai responder por homicídio culposo.
Veja mais notícias no g1 Maranhão.